quinta-feira, 23 novembro, 2017.

Arquivos diários: 12 de setembro de 2017

Funcionária do CRAS do Abolição IV é baleada no local de trabalho

A insegurança, aliada ao descaso da Prefeitura de Mossoró para com seus servidores, ultrapassou todos os limites.

No final da tarde de hoje, 12 de setembro, dois elementos, supostamente menores de idade, invadiram a Unidade do Centro de Referencia da Assistência Social “CRAS”, localizado na Rua Raimundo Fernandes, no Abolição IV em Mossoró e durante tentativa de assalto, terminaram atirando numa funcionaria, Maria de Fatima dos Santos de 59 anos de idade, que trabalha como Auxiliar de Serviços Gerais.

O disparo atingiu a “Irmã Fatima”, pouco abaixo do Joelho. Ela recebeu atendimento no local e foi socorrida por uma equipe do Samu. Aparentemente não corre riscos de morrer.

Os elementos conseguiram se desfazer da arma e apresentaram apenas uma faca, mas segundo a equipe do Samu que prestou socorro a vitima, a perfuração só de entrada, é compativel com disparos de arma de fogo.

Os dois assaltantes foram presos no local pela equipe de Plantão na Delegacia de Furtos e Roubos, que fica localizado a pouco mais de 300 metros. No local eles disseram ser menores de idade e foram conduzidos para a Especializada, com o apoio da Força Tática e das equipes da Guarda Civil do Município.

Com informações de O Câmera.

NOTA DE RETRATAÇÃO

Parabenizo o trabalho que vem exercendo o Cap. Daniel, a frente do CBM de Mossoró, deixando claro que as críticas ao mesmo por mim citadas, venho me retratar, tendo em vista que os fatos foram diversos dos narrados pela minha pessoa.

 

Abraão Dutra – Advogado

Sindicalista faz novas denúncias de irregularidades na secretaria de saúde

A presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Mossoró, Marleide Cunha, utilizou uma rede social para mais uma denúncia de abuso na gestão Rosalba Ciarlini. Mais uma vez, o alvo da denúncia é a Secretaria de Saúde.

Segundo a sindicalista, os plantões da saúde estão sendo utilizados como moeda de troca e arma de perseguição aos servidores. Só tem plantão quem rezar segundo a cartilha da administração.

Mais uma grave denúncia feita pelo sindicato que precisa ser averiguada urgentemente  pelo Ministério Público, assim como outras já apresentadas pelo sindicato.

20170912_123243

 

IBAMA é o alvo da Operação Kodama da PF

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (12) a Operação Kodama, para investigar os crimes de prevaricação, corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro por meio do Ibama no Rio Grande do Norte.
A operação inclui o superintente do Ibama no estado, Clécio Antônio Ferreira dos Santos. Também foram cumpridos  11 mandados judiciais de busca e apreensão em Natal, Goianinha, Ceará-Mirim e Tibau do Sul.
A investigação teve como ponto de partida os dados constantes no Relatório de Auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) e em um Processo Administrativo Disciplinar instaurado pelo próprio Ibama, quando se constatou várias irregularidades atribuídas ao superintendente do órgão no estado.
Também foram identificadas pelo menos 10 condutas de favorecimento ilícito a pessoas físicas e jurídicas beneficiadas indevidamente por meio da anulação de autos de infração, desembargo de atividade e restituição de bens apreendidos.

 

Centro Odontológico de Apodi é credenciado pelo Governo Federal

Após mais de cinco anos de existência, o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) de Apodi foi credenciado pelo Governo Federal. A portaria de nº 1.868 foi publicada no final do mês passado no Diário Oficial da União e garante mais investimentos do Fundo Nacional de Saúde.

Conforme Glauber Bruno, coordenador executivo da equipe de odontólogos, o CEO nunca tinha sido credenciado pela União e isso só foi possível devido ao empenho da gestão municipal, junto ao Ministério da Saúde e à Coordenação de Saúde do Estado.

“Desde que assumimos que tentávamos a todo custo habilitar o Centro Odontológico. Essa habilitação ou credenciamento vai permitir que o Governo Federal nos envie um custeio mensal, melhorando o atendimento à população e economizando os recursos do município, já que estávamos custeando o CEO somente com recursos próprios”, explicou.

O Centro de Especialidades Odontológicas de Apodi foi credenciado como tipo II e vai receber cerca de R$ 11 mil mensal para manutenção dos serviços. Atualmente, o custo médio do CEO de Apodi é de R$ 25 mil.

“Desde que foi criado, o CEO passou pela administração de duas gestões, mas nunca foi credenciado. Esta, sem dúvida, é uma grande conquista para nós apodienses”, concluiu Glauber Bruno.

A portaria 1.868 credenciou mais de 20 centros por todo o país. Entretanto, o de Apodi foi o único a ser habilitado pelo Governo Federal no Rio Grande do Norte.

Veja também