domingo, 17 dezembro, 2017.

Arquivos diários: 11 de outubro de 2017

Amiga de Henrique Alves, Izabel gere a Câmara em favor do desleixo

A vereadora Izabel Montenegro (PMDB), presidente da Câmara Municipal de Mossoró e aliada de todas as horas do ex-ministro preso Henrique Alves (PMDB), deve ter esquecido o juramento que fez quando foi empossada vereadora do município: o de transformar a vida do mossoroense em algo melhor. Enquanto se escuta falar do desmando que está ocorrendo com as contas da cidade, Izabel prefere sugeri um gasto a mais para erguer o prédio da Câmara Municipal, muito luxuoso, aliás.

Até agora não se conhece nenhum projeto da vereadora Izabel no ano de 2017. Ao que tudo indica ela parou no tempo para, e somente para, satisfazer o gosto da prefeita Rosalba. Enquanto isso a cidade segue em um abismo sem fim, onde a saúde está um caos e a segurança já é considerada a nona pior do Brasil.

izabel-montenegro-500x330

Na primeira cota de outubro, 48 municípios do RN ficam com o FPM com saldo zero

48 municípios do Rio Grande do Norte tiveram a primeira cota do mês de outubro do Fundo de Participação dos Municípios com saldo zerado. A falta do repasse, pago nesta terça-feira, 10, afeta os orçamentos dos municípios, que já vêm sofrendo com a diminuição de verbas. Desde setembro, os repasses do FPM tem se agravado, quando 39 cidades potiguares ficaram sem verbas do Fundo.

O presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN, Benes Leocádio, lembrou a gravidade da situação: “A falta do FPM preocupa muito os gestores. Há dezenas de pequenos municípios que sobrevivem, praticamente, só do dinheiro do fundo. E mesmo para os municípios que dispõem de melhor estrutura, o não recebimento do FPM compromete totalmente as finanças, o pagamento de salários, fornecedores, etc”. Segundo Benes, a orientação da FEMURN aos gestores municipais para que tenham atenção redobrada com os recursos municipais permanece.

Historicamente, o FPM é fortemente afetado no segundo semestre de cada ano, devido à restituição do Imposto de Renda (IR). Com a atual crise financeira, cada vez mais municípios são impactados pelos saldos zerados do fundo.

MUNICÍPIOS ZERADOS DE FPM NA PRIMEIRA COTA DE OUTUBRO/2017

AFONSO BEZERRA
ALTO DO RODRIGUES
ANTÔNIO MARTINS
ARÊS
BARAÚNA
BENTO FERNANDES
CAICÓ
CARNAÚBAIS
ENCANTO
FELIPE GUERRA
FERNANDO PEDROSA
FLORÂNIA
GALINHOS
GOV. DIX-SEPT ROSADO
GROSSOS
ITAJÁ
JANDUIS
JOíO CÂMARA
LAGOA D’ANTA
LAGOA DE PEDRAS
LAGOA DE VELHOS
LAGOA NOVA
LAGOA SALGADA
MARCELINO VIEIRA
MARTINS
MONTE DAS GAMELEIRAS
MOSSORÓ
PARANÁ
PARAŮ
PEDRO VELHO
PORTO DO MANGUE
PUREZA
RIO DO FOGO
SANTA MARIA
SANTANA DO MATOS
SANTO ANTÔNIO
SíO BENTO DO NORTE
SíO MIGUEL DO GOSTOSO
SíO PEDRO
SERRA DO MEL
SÍTIO NOVO
TAIPU
TENENTE LAURENTINO CRUZ
TOUROS
TRIUNFO POTIGUAR
UMARIZAL
VENHA VER
VILA FLOR

df10a1dfc7cae6eb9531346bad9d4807

Contas da Prefeitura de Mossoró estão desequilibradas e divida só cresce

A prefeita Rosalba Ciarlini está lidando mês a mês com um problema que está se tornando uma grande bola de neve com consequências imprevisíveis a curto prazo.Uma coisa é certa, a bomba vai explodir.

O município está com suas contas totalmente desequilibradas. O fato, por si só, não é uma novidade. O detalhe é que Rosalba está escondendo da população a informação correta sobre as finanças do município. O quadro é grave e o município está com o sinal amarelo ligado e piscando.

Por mais de uma vez esse ano, o município teve que recorrer a medidas complexas para conseguir, no apagar das luzes, arranjar dinheiro para pagar a folha do mês.

A cada mês, os diversos fornecedores de serviços ao município estão entrando num jogo do “quem vai sobrar”, onde há muitas cabeças e poucos chapéus. O jogo consiste em escolher sobre quem fica de fora naquele mês, os que receberão apenas uma fatia e os que serão beneficiados.

O mais grave é que no começo o jogo envolvia apenas os fornecedores de serviços não essenciais, agora a roleta russa já envolve as despesas com medicamentos, médicos, hospitais, entre outros serviços de primeira necessidade.

Há relatos estarrecedores dentro das unidades de saúde sobre a falta de materiais básicos. Existem situações em que os próprios servidores da UBS estão bancando até o papel higiênico. Os pacientes precisam bancar insumos básicos pela falta em estoque.

A previsão é que neste muito breve a bomba exploda. Com o bloqueio de R$ 3,4 milhões de reais decretado hoje pela Justiça, não vai sobrar dinheiro sequer para o jogo da roleta russa.

Muitos fornecedores estão sem fôlego para suportar o atraso nos pagamentos que é cada vez mais crescente. Há uma desconfiança que os problemas vão se agravar. Com a perda da confiança é provpavel que o município passe a se deparar com boicotes no fornecimento. Não demora para as cobranças chegarem na mídia.

E o que é mais grave nesse momento, é que existe um sério risco de Rosalba não conseguir pagar a folha de pessoal em dia. “A cada mês tem sido um dilema juntar o dinheiro da folha, chega o dia do pagamento e o município fica torcendo para entrar algum dinheiro suficiente para quitar a folha”, relatou ao blog um servidor com acesso aos dados da secretaria de Administração.

Enquanto isso, a prefeita Rosalba Ciarlini tenta passar uma imagem que a Prefeitura está com tudo sob controle. Temendo arranhões na sua imagem junto ao eleitor local, ela prefere que as notícias do desequilíbrio nas contas não chegem na mídia e nem ao conhecimento da população.

O problema é que Rosalba não conseguiu fazer o dever de casa. Embora a arrecadação municipal tenha aumentando em relação ao ano passado, a falta de controle nas despesas estão fazendo com que a bola de neve cresça a cada mês. Aos poucos está se tornando uma avalanche. (Por Neto Queiroz – www.netoqueiroz.com.br)

img_2703-600x330

 

“O que é espiritismo” é o tema da Semana Espírita de Mossoró

Com o tema “O que é espiritismo?”, será realizada no período de 22 a 28 de outubro, a 29ª edição da Semana Espírita de Mossoró. O evento ocorrerá no Teatro Municipal Dix-huit Rosado, sempre às 19h30. A entrada é franca.

De acordo com o coordenador do movimento espírita de Mossoró, José Couto Filho, a 29ª edição da Semana Espírita visa esclarecer as pessoas sobre o que é o espiritismo.

“A ideia é levar a mensagem espírita as pessoas, principalmente as que ainda não chegaram aos centros espíritas”, diz Couto, ressaltando que todos estão convidados a participar, independente da religião.

Mossoró é o nono município mais violento do país para jovens

Reportagem publicada hoje no jornal O Estado de São Paulo mostra que a cidade de Mossoró é a nona mais violenta do país para os jovens.

Em sete anos, 43 mil adolescentes devem ser vítimas de homicídio no País. Por dia, a média será de 16 assassinados (com idades de 12 a 18 anos) entre 2015 e 2021 se mantidos os atuais índices de violência. Homens, mostram as estatísticas, têm 13,5 mais risco de serem vítimas do que as mulheres. O perigo para os jovens negros é 2,8 vezes maior na comparação com os brancos.

Isso é o que revela um levantamento feito pelo Unicef, braço das Nações Unidas para a infância, Secretaria dos Direitos Humanos, o Observatório das Favelas e o Laboratório de Análise da Violência da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). A estimativa é baseada no Índice de Homicídios na Adolescência (IHA), que cruza dados oficiais e considera mortes de jovens por homicídio em 300 municípios com população acima de 100 mil habitantes.

Captura-de-Tela-2017-10-11-às-08.16.38

Fonte: Anna Ruth Dantas

Veja também