Deputado Dison Lisboa recebe tornozeleira e deixa prisão

O deputado estadual Dison Lisboa não está mais preso no Comando Geral da Polícia Militar, onde estava preso desde o último sábado (1). Na tarde de hoje, ele recebeu uma tornozeleira eletrônica e foi liberado para cumprir sua condenação de cinco anos e oito meses por apropriação de bens ou rendas públicas com o uso da tornozeleira.
À princípio, o deputado deveria cumprir sua pena em regime semiaberto, no qual teria que dormir em unidade prisional. No entanto, o juiz Henrique Baltazar, da Execuções Penais em Natal, informou que o parlamentar poderia escolher entre dormir em uma cadeia que abrigasse presos do semiaberto ou usar a tornozeleira. Segundo o juiz, sua decisão foi baseada em uma portaria que permite ao preso do semiaberto, escolher se quer ser recolhido no presídio toda noite ou usar tornozeleira eletrônica.
Dison Lisboa poderá continuar com suas atividades de deputado na Assembleia Legislativa. Ele recorreu da decisão nas instâncias superiores da Justiça e, por isso, pode continuar exercendo o mandato enquanto o caso não for transitado em julgado.

Deixe uma resposta