terça-feira, 20 fevereiro, 2018.
Estado

Estado

Começam as comemorações pelos 50 anos de ESAM-Ufersa

O semestre letivo começa oficialmente nesta segunda, 23, em todos os campi da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e, paralelo ao início das atividades letivas, a instituição também inicia as comemorações pelos 50 anos de funcionamento, desde 1967 na condição de Escola Superior de Agricultura de Mossoró – ESAM.

Para organizar as ações neste ano comemorativo, uma comissão foi formada. O planejamento 2929é envolver toda a comunidade acadêmica nas ações que estão sendo desenvolvidas. A ideia é unir ensino, pesquisa, educação, conhecimento, lazer, esporte e muitas histórias que marcaram essas 5 décadas douradas.

Neste primeiro momento, a comissão já apresentou a marca alusiva a passagem dos 50 anos, desenvolvida pela Assessoria de Comunicação. Nas redes sociais, o usuário já pode instalar o “avatar” comemorativo na foto do perfil do Facebook. O projeto #EuSouUfersa será a marca digital de toda a comunidade acadêmica. Paralelo a isso, ainda será desenvolvido um vídeo institucional e outro de Memórias com a participação dos servidores antigos da instituição.

O ponto alto da comemoração por esses 50 anos de ESAM /Ufersa será a realização de uma Assembleia Universitária com previsão para acontecer no mês de agosto, em dia ainda a ser definido. Com esta solenidade, a Ufersa pretende homenagear e reconhecer as autoridades que se empenharam na instalação e consolidação da Universidade do Semiárido. Serão concedidos títulos, comendas e outras honrarias.

Ministério dos Transportes aponta aeroporto do RN como o melhor do país em sua categoria

O Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, no Rio Grande do Norte, foi apontado como o melhor do Brasil em 2016 na categoria até 5 milhões de passageiros por ano. Os dados são da Pesquisa Permanente de Satisfação do Passageiro feita pelo Ministério dos Transportes. No índice geral, o terminal de Curitiba foi considerado o melhor do país.
A Pesquisa aponta que na escala de pontuação que vai de 1 a 5, o Aeroporto de Natal levou 4,36 pontos no evolução da média da satisfação geral do passageiro, mesma pontuação de 2015. No ano passado, o índice oscilou por períodos [4,33 e 4,20 pontos nos primeiro e segundo semestre, respectivamente]. A percepção que o passageiro tinha do aeroporto em 2016 também teve média de 4,36 pontos.
Mas, o aeroporto teve notas abaixo de 4 em itens importantes no item facilidade para os passageiros. Por exemplo, o custo-benefício do estacionamento levou nota 1,87, a pior colocação do país. Da mesma forma, o custo-benefício dos produtos de lanchonetes e restaurantes teve reprovação (2,10). Pelo segundo ano consecutivo, este item teve a pior média nacional. Em todo o país, de 38 indicadores, a média nacional foi de -2,85. Em Natal, a quantidade e qualidade dos estabelecimentos comerciais também (2,41).
Sobre os órgãos públicos, a cordialidade dos funcionários da imigração e da aduana receberam sinal amarelo (3,89). Ainda no item de infraestrutura aeroportuária, o terminal de São Gonçalo do Amarante teve boas notas na média geral. Por exemplo, levou nota 4,88 na facilidade de embarque e desembarque no meio-fio.

Semarh inicia obra de recuperação do Canal do Pataxó

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), iniciou as obras de recuperação do Canal do Pataxó, localizado entre os municípios de Itajá e Ipanguaçu. A empresa contratada já instalou o canteiro de obras e está finalizando a limpeza da área a ser trabalhada.

O Canal do Pataxó serve de captação para a Adutora Sertão Central Cabugi, que abastece oito municípios e dois distritos, na região do Vale do Açu, além de abastecer Itajá, atendendo aproximadamente 35 mil pessoas, e de perenizar o Rio Pataxós, em Açu.

Mairton França, secretário estadual do meio ambiente e dos recursos hídricos

“O Canal apresenta alguns vazamentos que prejudicam a distribuição de água nos municípios atendidos pela adutora, além do prejuízo causado a centenas de ribeirinhos que desenvolve suas atividades na área” explica o Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Mairton França.

Mairton disse ainda que a contratação foi feita em caráter de urgência, conforme Decreto Estadual de Emergência pela seca, com recursos oriundos do tesouro estadual, viabilizados através de emenda parlamentar de R$ 321,5 mil. A empresa executora é a NORTEC – Norte Engenharia Civil LTDA.

O Coordenador de Infraestrutura da Semarh, Otacílio Freitas, ressalta que, além dos serviços iniciais, a empresa também começou a demolir a laje do fundo, da parte danificada do canal no intuito de refazê-la. “Na próxima semana, já vamos iniciar as ações de restauração das fissuras”, disse ele.

“O Governador Robinson Faria estabeleceu como prioridade essa recuperação e nos solicitou celeridade na condução do processo, em virtude da importância do canal para a região. Nossa expectiva é finalizar a recuperação até o final de março” conclui Mairton.

O Secretário também destacou que o Governador solicitou ainda que a Semarh faça um planejamento para elaborar um projeto de recuperação ambiental da Lagoa do Piató, que também fica na região do Vale do Assu.

Após negociar com Governo, bandidos voltam a usar armas e celulares em Alcaçuz

Após anúncio do governo Robinson Faria (PSD) de que tinha colocado ordem no presídio de Alcaçuz, novas imagens e informações de dentro da unidade confirmam que presos continuam circulando livremente com facões e celulares. Isso depois de uma revista dita “apurada” feita pela Polícia com apoio das forças nacionais de segurança. O fato é mais uma demonstração da falência do atual governo do Estado que não consegue transparecer o mínimo de governabilidade.

Como dito neste espaço, a coisa ficou mais calma em Alcaçuz por causa de uma negociação entre o governo e os presos, algo inimaginável. Robinson foi à imprensa negar que isso tivesse acontecido, mas uma fotografia que mostra a conversa de um pelotão da Polícia e um preso desmente a palavra o chefe do Estado. Além do mais, nova informação mostra que um dos líderes de uma das facções foi transferido para prisão domiciliar depois da rebelião.

Um vídeo mostra uma esquema de segurança montado para deixar uma pessoa em um apartamento que seria no Residencial SunFamily, próximo à avenida Abel Cabral. Este último fato amplia ainda mais a crise no governo Robinson Faria que já perdeu a moral com a população que não acredita mais em seu discurso, nem confia em seu governo. Uma questão tão séria quanto suas crises para ele administrar.

Governo Robinson faz teatro sobre regionalização da Saúde

O governo Robinson Faria (PSD) não falhou apenas na Segurança Pública. A falta de ação enérgica na Saúde gerou um caos muito complicado em toda a estrutura de Saúde do Estado, principalmente depois que, na tentativa de redefinir a regionalização da pasta, o governo começou a fechar hospitais no interior.

Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou a terceira reunião do Grupo de Trabalho para a implantação dessa Regionalização, mas esses encontros não passam de pura burocracia. Segundo nota, o encontro serviu para “apresentar um diagnóstico da IV Região de Saúde”, o que demonstra despreparação de um governo que já tem dois anos.

Ainda segundo a nota, foi apresentado ao secretário estadual de Saúde, George Antunes, que a Região que representa o Seridó do Estado, conta com uma população de 311.531 habitantes, e tem 126 equipes do Programa da Família com 100% de cobertura, além de informações sobre grupos de famílias atendidas. Questões técnicas que deveriam estar disponíveis na mesa do secretário desde que assumiu a pasta.

No encontro, o resultado foi a ausência de resultados, uma vez que a falta de definição das ações futuras não garante uma articulação do grupo da saúde da região. Os servidores ficaram esperando alguma informação sobre as mudanças, mas essa parte ficou para outros encontros, sem data exatamente definida.

Veja também