quarta-feira, 23 agosto, 2017.
Eventos

Eventos

Pesquisa Fecomércio aponta que Cidade Junina 2017 foi um evento meramente local

Desorganização colocou em risco a vida das pessoas no MCJ 2017

A Federação do Comércio do RN confirmou o que os mossoroenses já sabiam. O Mossoró Cidade Junina 2017 foi um evento sem grande repercussão fora de Mossoró.

Durante o evento, a Fecomércio fez uma pesquisa com 500 entrevistados para identificar o perfil dos participantes dos festejos. O relatório demonstrou que três em cada quatro participantes do MCJ eram de Mossoró e apenas um era turista ou mero visitante.

A pesquisa mostrou 74%  dos entrevistados como moradores da cidade e 26% de fora. E mesmo assim, destes que vieram de fora, os dados revelam que 73% deles eram visitantes que se alojaram em casas de amigos e parentes. Apenas 26% eram turistas que usaram hotéis ou pousadas para se hospedarem.

O presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, entregou hoje a prefeita Rosalba Ciarlini o resultado dessa pesquisa.

Fatores como a insegurança em Mossoró, a falta de divulgação e de organização do evento e o pouco investimento na programação musical fizeram com que o evento fosse prejudicado nesta última edição.

 

Criolo faz show de sambas autorais em Natal no dia 25

Criolo desembarca em Natal no dia 25 de agosto para apresentar ao público ‘Espiral de Ilusão’, seu primeiro álbum de sambas autorais. O show acontece no Teatro Riachuelo, às 21h, e os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro.

O álbum passa pelo universo do samba com melodias que remetem a sambas antigos, porém com o texto atual de Criolo, tendo também duas canções feitas em parceria com compositores do bairro Grajaú, onde o artista nasceu, em São Paulo.

O projeto conta com a direção musical de Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral e o desenho de luz será de Guilherme Bonfanti.

Serviço

  • Criolo
  • Local: Teatro Riachuelo
  • Data: 25 de agosto
  • Horário: 21h
  • Ingressos: de R$ 60 (inteira) – R$ 30 (meia) e R$ 140 (inteira) – R$ 70 (meia)

Prefeitura de Mossoró lança projeto “Terça Nossa” com companhia do Maranhão

 

Mais uma trapalhada da Prefeitura de Mossoró.

A partir de hoje, as terças-feiras do teatro Dix-huit Rosado terão pauta livre, com o projeto “Terça Nossa”, da secretaria de cultura da Prefeitura de Mossoró.

O lançamento do projeto será hoje, com o espetáculo “Velhos caem do céu como canivetes”, da Pequena Companhia de Teatro, do Maranhão, com início às 19h30.

De acordo com o diretor do Teatro, Nelson Chaves, o objetivo do projeto é incentivar os grupos e movimentar a programação cultural local. “A exigência da Prefeitura é que sejam cobrados preços populares, para que seja democratizado o acesso”, explica.

Em agosto, mês de aniversário do Teatro Municipal, a programação já está definida para as terças, incluindo espetáculos de companhias mossoroenses.

“Velhos caem do céu como canivetes” – Inspirado no conto “Un senor muy viejo com alas enormes”, do premiado autor colombiano Gabriel Garcia Márquez, e com texto de Marcelo Flecha, a peça conta a narrativa de um ser alado que cai em um quintal e altera a rotina do morador da casa, trazendo dois personagens no abismo de suas percepções, preconceitos, medos e dúvidas. Com ele, a companhia teatral tem se apresentado em diversas cidades do Brasil. O espetáculo foi contemplado com o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz.

A apresentação tem início às 19h30. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e serão vendidas na bilheteria do teatro.

Tributo a Solange Gameiro é atração do Parque das Dunas neste fim de semana

SÁBADO (29)

Espaço Jesiel Figueiredo “Batalha do Vinho”

No Espaço Cultural Jesiel Figueiredo (Gramoré), a partir das 19h, tem mais edição da “Batalha do Vinho”. Trata-se de um duelo entre Mcs e Djs que reúne diversas tribos de artes urbanas na Zona Norte de Natal. Desde o hip hop, rap, passando pela sonoridade regional, grafitti e skate. Início: 19h. Entrada franca


Parque das Dunas – Dançando Nas Dunas

A edição do “Dançando nas Dunas” deste sábado será um tributo a Solange Gameiro, diretora artística da Escola de Dança do Teatro Maranhão – EDTAM, que faleceu no domingo (23). Momentos, dirigido por Solange, será dançado pelo grupo da EDTAM, que conta com mais de 70 prêmios em sua carreira. Início: 16h30. Entrada franca.
DOMINGO (30)

Parque das Dunas- Bosque Encena

O grupo Teart de Teatro é a atração de domingo de manhã no Parque das Dunas. O espetáculo ‘O Reizinho Mandão’ conta a história de um rei mimado que tanto implicou e deu broncas que seu povo emudeceu com medo dele. Início: 10h. Entrada franca

Parque das Dunas – Som da Mata

A próxima atração do Som da Mata, no palco do Anfiteatro Pau-brasil, será a banda Mahmed. Com influências que vão da música eletrônica/experimental ao rock, a banda é formada por: Walter Nazário (guitarra, samplers, sintetizadores), Dimetrius Ferreira (guitarra), Leandro Menezes (baixo) e Ian Medeiros (bateria) vem apresentar sua última obra “Sobre a Vida em Comunidade”. Início: 16h30. Entrada franca.

São João Solidário visa reforma de sala de quimioterapia infantil

 

A Ordem dos Advogados do Brasil – Subseção de Mossoró (OAB Mossoró) realizará, no dia 4 de agosto, às 15h30, o seu IV São João Solidário. O evento acontecerá na Unidade Infantil da Associação de Apoio aos Portadores de Câncer de Mossoró e Região (AAPCMR).

Toda a renda adquirida com o arraiá será destinada à reforma da sala de quimioterapia infantil da Liga Mossoroense de Estudos e Combate ao Câncer (LMECC). A reforma proporcionará mais conforto às crianças e adolescentes que lutam contra a doença.

De acordo com a onco-hematologista infantojuvenil, Edvis Serafim, iniciativas como a da OAB auxiliam no tratamento, pois a humanização é tão importante quanto a própria quimioterapia.

“A ação do voluntário para o tratamento de crianças em quimioterapia é muito importante, porque essas crianças precisam de uma assistência, de uma humanização para que elas se sintam bem e consigamsobreviver”, comenta. “Contamos sempre com a ajuda da comunidade, assim como da OAB, que está no seu IV São João Solidário e isso nos ajuda na humanização”, acrescenta.

Edvis Serafim destaca a influência de um ambiente adequado para o bem-estar dos pacientes. “Nós evitamos ao máximo o internamento das crianças em quimioterapia. Essas crianças chegam ao serviço às 7h00,normalmente são liberadas às 16h00, 17h00 e nesse tempo elas têm que ter um ambiente humanizado, onde elas se sintam bem, tenham televisão, brinquem. Um ambiente que seja a sua segunda casa, porque o tratamento de leucemia demora dois anos e meio, três anos. Então, é muito tempo para essa família no hospital, daí a importância do acompanhamento, da assistência do voluntário, porque o SUS nos dá a quimioterapia, mas ele não dá a assistência integral e a quimioterapia é tão importante quanto a assistência de humanização para que as crianças se sintam felizes e cheguem à cura”, complementa.

De acordo com a médica, hoje o câncer infantil tem um índice de cura de 70% a 80%, desde que seja realizado o diagnóstico precoce e que a criança disponha dessa humanização no serviço, o que vem melhorando através da ação do voluntariado. “Eu só tenho a agradecer”, finaliza.

A OAB Mossoró tem incentivado a classe de advogados e advogadas a realizarem as doações a fim de se alcançar o objetivo pretendido e com isso, permitir às crianças que passam por esse tratamento, um ambiente muito mais favorável à recuperação e restabelecimento da saúde.

 

Veja também