quarta-feira, 23 agosto, 2017.
Mossoró

Mossoró

Edições do JOM continuam indisponíveis

Continuam indisponíveis no site da Prefeitura de Mossoró, as edições do Jornal Oficial de Mossoró referente aos quatro primeiros meses da gestão Rosalba Ciarlini.

Acessando o portal, só é possível acompanhar as edições a partir do dia 5 de maio de 2017. Antes disso, somente até o dia 01 de abril de 2016, ainda da gestão Francisco José Júnior.

Considerando que transparência nunca foi o forte de Rosalba, fica a pergunta: o que levaria um gestor a tirar do ar documentos já publicados?

O que Rosalba quer esconder apagando edições do JOM?

Nomeações? Contratos? Que atos Rosalba quer esconder?

Curiosamente, a Prefeitura de Mossoró tirou do ar as edições do Jornal Oficial de Mossoró dos três primeiros meses de gestão da prefeita Rosalba Ciarlini. Acessando o site da Prefeitura de Mossoró só estão disponiveis as edições a partir de 5 de maio de 2017.

A ausência das primeiras edições de 2017 pode passar despercebida ao leitor menos atento, ja que também foram retiradas as edições a partir de 1 de abril de 2016, dando uma sensação de continuidade.

Há algo de pobre no Reino de Mossoró?

Alô MP!

jom-1

Nayara Gadelha ganha um lugar para trabalhar

Pelo valor irrisório de R$ 36mil, a Prefeitura de Mossoró alugou, no mês de março, um prédio para abrigar a vice-prefeitura e toda a equipe de trabalho da vice-prefeita Nayara Gadelha.

O prédio fica localizado na Avenida Melo Franco, no Centro de Mossoró e acaba de receber a identificação do local.

O que se questiona é que, em tempos de crise, a Prefeitura opte por direcionar recursos públicos para alugar um prédio no Centro da cidade para abrigar exclusividade a vice-prefeitura.

É bom lembrar que além do gasto com o aluguel, a Prefeitura também precisa arcar com a manutenção do prédio, água, energia, segurança…

A atitude de Rosalba vai de encontro à discussão nacional em torno da permanência do cargo de vice e até de suas próprias atitudes em gestões anteriores, onde o vice não era somente peça decorativa. Em seu último cargo eletivo, o então vice-governador Robinson Faria era também secretário de estado.

Se a Rosa fez, parece que desaprendeu. A economia e otimização de recursos prometidos pela prefeita é mais uma balela de sua gestão.

Programa de Eficiência Energética da Ufersa é premiado em concurso nacional de inovação

O Programa de Eficiência Energética da Universidade Federal Rural do Semi-Árido está entre as iniciativas premiadas do 21º Concurso de Inovação da Escola Nacional de Administração Pública, a ENAP. O resultado foi anunciado nesta terça, dia 15, em Brasília. O servidor Júlio César Rodrigues, que atualmente é o Pró-Reitor Adjunto de Assuntos Estudantis, foi o responsável por defender o Programa da Ufersa para os avaliadores da própria ENAP.

Na apresentação em Brasília, o representante da Ufersa apresentou números da economia que a Usina Solar da Ufersa vem gerando para o custeio da instituição. No ano passado, a Universidade recebeu do MEC R$ 1 milhão como resultado do Prêmio Ideia – Desafio da Sustentabilidade. Em apenas 60 dias, a Ufersa transformou um terreno árido numa usina solar, com 580 painéis solares, capazes de produzir em média 20.000kWh/mês, ou aproximadamente 8% do consumo do campus sede.

Com o resultado, a Ufersa receberá troféu, certificados individuais de premiação para todos os integrantes da equipe e o direito de usar o Selo de Inovação da ENAP. Além disso, a iniciativa do Programa de Eficiência Energética da Ufersa irá compor o banco de soluções e o repositório institucional da ENAP. Com isso, a Universidade estará automaticamente habilitada a participar de eventos organizados ou viabilizados pela ENAP, com o objetivo de fomentar a inovação no Serviço Público. O evento da premiação será em outubro.

“Isso foi o resultado de muito trabalho, dedicação e compromisso de toda equipe do projeto, que foi coroado com um dos principais prêmios da Administração Pública Federal”, comemorou Júlio Cesár.

Ainda de acordo com Júlio César, o grande desafio para 2017 é comprar energia elétrica no mercado livre de energia. “Em simulação realizada recentemente, verificamos que teríamos uma economia de aproximadamente 30% no custeio com energia elétrica, em comparação ao mercado cativo, o que representa uma economia de mais de R$ 1,3 milhão por ano para os cofres da universidade”, esclareceu.Usina-Solar_Ufersa_Portal-4-e1500640610328

Motorista atropela três e atinge duas motos estacionadas

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192),foi acionado no início da noite desta quarta feira 16 de agosto de 2017,para atender uma ocorrência onde três pessoas teriam sido atropeladas por um carro na rua São Luiz,próximo a Escola Estadual Manoel João no Alto de São Manoel em Mossoró no Rio Grande do Norte.
De acordo com as informações colhidas junto a populares que estavam revoltados no local,o motorista do veículo Fiat Uno Vivace de Placas AVO 6076 Mossoró-RN,que supostamente estaria embriagado entrou na rua em alta velocidade,atropelando o Sr.Valdeci Ferreira Lopes 54 anos de idade que seguia em via pública com uma criança nos braços,a criança graças a Deus não sofreu nenhum ferimento.
Na sequência após o primeiro atropelamento,o condutor predeu o controle do veículo atingindo duas motos que estavam estacionadas,uma Shineray 50cc de placa QGK 9390 Mossoró-RN e uma Honda Biz de placa QGE Mossoró-RN
Em seguida o carro subiu a calçada e atingiu duas pessoas que estavam sentadas em frente uma casa.
A Sra Luzia Guedes 62 anos de idade,e um Sr. idoso que ficou ferido com mais gravidade conhecido como Chico de Ernestina.
Duas ambulâncias do SAMU foram acionadas e conduziram os feridos para o Hospital Tarcísio Maia,e o condutor do veículo se evadiu do local na garupa de uma moto.
Texto e foto: blog Passando na Hora
carro

Veja também