Com interdições e desorganizado, Cidade Junina pode não acontecer

A desorganização do Mossoró Cidade Junina 2017 tem sido vista desde o seu planejamento, que ocorreu em pouco mais de um mês. Na manhã de hoje, o Corpo de Bombeiros interditou diversos pólos que estão sem alvará de funcionamento.

O espaço do espetáculo “Chuva de Bala”, à Cidadela e o festival de quadrilhas foram lacrados pelos Bombeiros e correm o risco de ficar de fora dos festejos. Há poucos dias da estreia do evento, que foi diminuído em sua integralidade e pouco prestigiou os artistas mossoroenses, a sensação que dá é que não há comando. Está sendo tudo feito a base do jeitinho brasileiro do “se colar, colou”.

De acordo com o major Antônio Queiroz, em entrevista à Inter TV Cabugi, “como este é um evento de rua, a Prefeitura de Mossoró deveria ter enviado solicitação de alvará técnico aos bombeiros cinco dias úteis antes, mas não cumpriu o prazo”.

Ele adianta que “O Corpo de Bombeiros fez contato com a prefeitura municipal, que informou que a responsabilidade da apresentação desses projetos e da solicitação da concessão pra montar essa
estrutura é da empresa licitada. A empresa fez o inverso, ela começou a montar e não apresentou toda a documentação necessária”.

Faltando dois dias para o início do evento não se sabe se as estruturas serão liberadas pelo Corpo de Bombeiros em tempo hábil. Mais um vexame para o mossoroense que recebe visitantes nessa época do ano.

Deixe uma resposta