Com Tarcisio Maia em greve, pacientes são enviados para UPAs que não tem nada

Adoecer em Mossoró nos próximos dias virou situação de risco total. Com os servidores da saúde em greve, os casos que não são de urgência estão sendo enviados para as UPAs do município. O problema é que nas Unidades de Pronto Atendimento não tem nada. Faltam insumos básicos como luvas e máscaras, até medicamentos como Decadron.

Quem tem sido atendido nas UPAs tem voltado para casa com a lista de medicamentos para comprar. Ou compra e retorna para que as enfermeiras apliquem.

A saúde vive momentos caóticos.

UPA-belo-horizonte-cc-61-660x330

Deixe uma resposta