sábado, 24 fevereiro, 2018.
Mossoró

Mossoró

Rosalba deve retirar artesões de praça para dar vez a comissionados

Mais uma vez, a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, usa de autoritarismo em suas ações à frente do município.

Desta vez, cerca de 13 pessoas que vendem seus artesanatos na “Praça do Codó” poderão ser despejadas do local. O motivo seria para dar maior espaço para comissionados, cinco no total.

A denúncia foi feita em uma rede social. “Passei hoje por lá e tinha moradores de rua lavando roupas. Total abandono da Rosa por essa praça tão linda. Só que a Prefeitura tá pedindo que os artesões saiam porque precisa do local para cabide de emprego. Isso mesmo, não tendo onde colocar cinco comissionados, promessas de campanha, quer essa lojinha para esse fim. Cinco bendito ao fruto passando o dia no ‘zap zap’ é melhor do que treze famílias sobrevivendo sem roubar”.

Apesar de não terem sido notificados diretamente, a especulação já existe, o que tem deixado os artesãos preocupados com a situação.

A Praça do Relógio, como também é conhecida, tem sido alvo de inúmeras reclamações da população, entre elas de falta de limpeza, segurança e de cuidados em geral por parte da Prefeitura.

O abandono das praças de Mossoró tem causado estranheza à grande parte da população que acompanhou a construção das praças nas antigas gestões de Rosalba, e que se tornou a marca registrada de suas gestões.

Condenada, Sandra Rosado emite nota dizendo que vai provar sua inocência em instância superior

Após divulgação da sentença que condenou a vereadora mossoroense Sandra Rosario (PSB) a 9 anos e 2 meses de prisão por apropriação indevida de recursos, a vereadora publicou nota de esclarecimento se dizendo inocente e que indicou “dentro da Lei, emendas ao Orçamento da União que resultaram em desenvolvimento para vários municípios do RN, sem tirar disso qualquer proveito pessoal”.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A respeito de recente decisão da 8ª Vara Federal, envolvendo meu nome, asseguro não haver praticado as irregularidades que me são atribuídas, quando, na condição de deputada federal, indiquei, dentro da Lei, emendas ao Orçamento da União que resultaram em desenvolvimento para vários municípios do RN, sem tirar disso qualquer proveito pessoal.

Recebo a notícia com serenidade, embora discorde veementemente das conclusões expressas na sentença, que, diante da comprovação de minha inocência, será modificada em instância superior.

Assim, com fé em Deus e convicta de que essa grave injustiça será reparada, agradeço a todos pelas manifestações de solidariedade, assegurando que o acontecimento não abalará em nada o trabalho que realizo em benefício do povo de Mossoró.

Mossoró-RN, 12 de maio de 2017.

Sandra Rosado
Vereadora de Mossoró

Entenda o caso

A vereadora Sandra Rosadofoi condenada  por apropriação indevida de recursos repassados pela União à Associação de Assistência e Proteção à Maternidade de Mossoró (APAMIM). A sentença é do juiz federal Orlan Donato Rocha, da 8ª Vara Federal de Mossoró.

Na sentença, o magistrado destaca que houve um, “conluio para apropriar-se indevidamente de recursos repassados pela União (Convênio nº 1782/2003-FNS – SIAFI nº 495578) para APAMIM – Associação de Assistência e Proteção à Maternidade de Mossoró, no valor de R$ 719.779,00”. Estes recursos foram repassados em cinco parcelas de R$ 143.955,80.

Na sentença, o magistrado destaca que houve um, “conluio para apropriar-se indevidamente de recursos repassados pela União (Convênio nº 1782/2003-FNS – SIAFI nº 495578) para APAMIM – Associação de Assistência e Proteção à Maternidade de Mossoró, no valor de R$ 719.779,00”. Estes recursos foram repassados em cinco parcelas de R$ 143.955,80.

No processo, ficou configurado que a então deputada federal Sandra Rosado, no ano de 2004, agilizou em Brasília a liberação dos recursos junto ao MInistério da Saúde, destinando-os paraa APAMIM, em Mossoró, que por sua vez era administrada na época pelo marido dela, Laire Rosado Filho e o genro, Francisco Andrade Silva Filho.

Também foram condenados Manuel Alves do Nascimento Filho (9 anos e 2 meses), Maria Goreti Melo Freitas Martins (8 anos e 6 meses),  Cláudio Montenegro Coelho de Albuquerque (7 anos e 4 meses) e Francisco de Andrade Silva Filho (4 anos).

Foram absolvidos, Maria Melo Forte Cavalcante, Suane Costa Brusamarello, Anderson Luis Brusamarello, José do Patrocinio Bezerra e  Samuelson Pinto Dantas Diniz.

Setores da economia temem queda durante Mossoró Cidade Junina

Falta menos de 30 dias para o início do Mossoró Cidade Junina e até agora não se sabe nada de concreto sobre o evento.

Ao que se tem infomação até agora, os festejos deste ano serão mais curtos, algo em torno de 15 dias, com o tradicional Pingo da Mei Dia sendo realizado em dois períodos, um com início a tarde e outro a noite.

A programação completa da festa até agora não foi divulgada, mas se sabe que o município gastará algo em torno de R$ 3 milhões com atrações e estrutura.

A promessa de campanha da prefeita Rosalba em planejar e executar o Mossoró Cidade Junina com bastante antecedência não passou de mais uma promessa eleitoral.

Enquanto isso, barraqueiros e comerciantes que irão trabalhar durante o evento continuam com as mãos na cabeça, aguardando a divulgação da agenda de shows para saber se vale a pena investir nos festejos.

Os setores de hotelaria e comércio também estão apreensivos, pois a demora na divulgação do evento pode significar uma queda no setor que não se vê há anos neste período.

Mossoró fica na laterna em transparência no RN

A Controladoria Geral da União (CGU) divulgou o resultado da 3ª edição da Escala Brasil Transparente (EBT).

A metodologia avaliou o cumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI) em 26 estados, no Distrito Federal e em 2.328 municípios brasileiros.

No Rio Grande do Norte, Mossoró aparece entre as piores colocadas dos 167 municípios potiguares.

Para se ter uma ideia o índide de Mossoró foi 1,94, enquanto cidades como Parnamirim tiveram um índice de 7,50. Mossoró ficou atrás de cidades como Serra do Mel, Upanema e Angicos.

O Ranking envolve os municípios de todo Brasil, levando em conta as boas práticas e a legislação municipal sobre acesso à informação aos cidadãos.

A CGU utilizou diversos critérios para elaborar a 3ª EBT, produzindo um mapa dos níveis de transparência em todos os estados e municípios brasileiros.

IMG-20170512-WA0013

Dia D de Vacinação contra Gripe será neste sábado das 8h às 17h

Neste sábado, 13, os postos de vacinação funcionam das 8h às 17h para o Dia D da Campanha da Vacinação Contra a Influenza. Estarão funcionando como pontos de vacinação as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da zona urbana, II Unidade Regional de Saúde Pública (Ursap), Serviço Social da Indústria (SESI) e Partage Shopping Mossoró.

Devem tomar a vacina contra a gripe, crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes e puérperas, trabalhadores da saúde, idosos a partir de 60 anos, funcionários do sistema prisional, pessoas privadas de liberdade, portadores de doenças crônicas e professores.

A meta é imunizar 90% do público-alvo, composto por 72.628 pessoas.

Veja também