Depois das BICs, bandidos atacam delegacia

A ordem é para tocar o terror não só na população, mas também no Estado e na Polícia. As ações dos bandidos só neste ano no Rio Grande do Norte mostram que eles não respeitam mais ninguém e a intenção parece ser minimizar os únicos que poderiam freá-los. Exemplo disso, são os ataques a equipamentos das forças de segurança em Mossoró que vem acontecendo seguidamente sem que ninguém seja preso.

Na madrugada desta quarta-feira, 15, bandidos atiraram contra e atearam fogo no prédio da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Mossoró. A sorte é que um policial e um guarda civil chegaram a tempo de apagarem o incêndio. Entre os dias 9 e 10, três contêineres usadas como Bases Integradas Cidadãs, onde deveriam ficar policiais militares e guardas civil, foram incendiadas e alvejadas por tiros.

Até o momento, ninguém foi apontado como mandante dos crimes. Neste meio tempo, ainda houve o latrocínio de um comerciante na cidade e uma chacina que vitimou cinco jovens e deixou diversos feridos. Nas últimas 24h, informações dão conta que de 7 carros foram tomados de assalto e um carro-forte foi destruído com explosivos na BR-304, mas até o momento não houve qualquer resposta do Estado nem da Polícia.

A população quer saber por quanto tempo esse caos ainda vai perdurar, ou se este será o cenário natural no Estado que tem um político eleito para ser o governador da Segurança.

Deixe uma resposta