quinta-feira, 18 janeiro, 2018.
Política

Política

David Leite surge como opção para sucessão na UERN

No processo de sucessão da reitoria da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), o nome do professor David Leite volta a ser apontado como opção moderada entre a candidata do reitor Pedro Fernandes, Raquel Morais, e a candidata da oposição, Telma Gurgel, tida como uma candidata de perfil mais radical.

O edital para a eleição da reitoria será publicado no próximo dia 16. Os interessados devem fazer o pedido de registro de candidatura entre os dias 23 e 26 de janeiro. O período de campanha será entre os dias 17 de fevereiro e 21 de março e o pleito será no dia 22 de março.

Pela primeira vez, o voto para a escolha de reitor e vice-reitor da UERN será de forma paritária, ou seja, os votos de cada categoria, professores, técnicos e estudantes, terá o mesmo peso.

A verdade sobre os recursos que deixamos na Prefeitura

É preciso esclarecer que, apesar da dificuldade, antes de deixar a Prefeitura deixamos encaminhados os recursos para pagar débitos de pessoal mais urgente, garantindo a manutenção dos serviços essenciais. Deixamos R$ 10 milhões nas contas municipais, equivalente à repatriação e emendas para restruturação das Unidades Básicas da Saúde.

Desse montante, R$ 4 milhões eram só para a Saúde. Inclusive, com esses recursos a nova gestão já deveria ter pago aos 500 servidores que têm dinheiro a receber do mês de novembro. Já os recursos da repatriação foram programados para pagar quatro meses dos terceirizados.

Além disso, entramos na Justiça contra o governo do Estado para receber R$ 19 milhões devidos da saúde, recurso que dá, com pequeno incremento, para pagar a folha do mês de dezembro, mais os terceirizados. Portanto, nas mídias sociais se diz qualquer coisa, inclusive que deixamos dívidas mirabolantes, o que não é verdade.

A atual gestão da Prefeitura de Mossoró tenta vender um discurso velho como novidade para a população, mas qualquer cidadão que seja o mínimo antenado sabe que há muito tempo estamos dizendo, e repetindo, que a Prefeitura vem perdendo recursos mês a mês.

Desde 2014, a Prefeitura deixou de receber do Tesouro e royalties do petróleo cerca de R$ 300 milhões, dada a grave crise econômica e política do Brasil. Situação que dificultou a realização de muitas ações, mas que não foi uma exceção apenas em Mossoró. Natal mesmo, município que mais arrecada no RN, está com salários, terceirizados e fornecedores atrasados. Na mesma situação estão RJ, MG e RS.

No entanto, como não é do nosso interesse bater de frente nem fazer oposição irresponsável, alertamos apenas aos servidores que deixamos dinheiro em caixa e programado para pagar os salários em atraso, bastando a eles cobrarem dentro do seu direito.

Uma semana após assumir prefeitura, Rosalba recebe primeiro reconhecimento da mídia nacional

A prefeita de Mossoró foi destaque na mídia nacional. O jornal Folha de São Paulo publicou reportagem sobre a nomeação de parentes por prefeitos recém-empossados no Brasil, e Rosalba Ciarlini Rosado (PP) foi uma das prefeitas citadas pela nomeação de quatro parentes, entre eles, dois de seus filhos.

“As nomeações para a chefia de pastas aconteceram em cidades de médio porte, como Mossoró (RN) e Itabuna (BA), e em municípios menores. E contemplaram sobrenomes tradicionais da política, como os Rosado (RN) e os Donadon (RO).

Ex-governadora do Rio Grande do Norte entre 2011 e 2014, Rosalba Ciarlini Rosado (PP) assumiu a prefeitura de Mossoró nomeando parentes em 4 das 14 secretarias.

Carlos Eduardo Ciarlini Rosado virou secretário-chefe do Gabinete Civil e Lorena Ciarlini Rosado assumiu a pasta de Desenvolvimento Social. Ambos são filhos da prefeita.

Também foram contemplados parentes de outros políticos da família. Lahyre Rosado Neto, filho da ex-deputada Sandra Rosado, prima da prefeita, assumiu a pasta de Desenvolvimento Econômico. Para a Agricultura, foi nomeada Katherine Rosado, mulher do deputado federal Beto Rosado, sobrinho de Rosalba.”

A reportagem também informa que a prefeita do município de Mossoró foi procurada, mas não respondeu à reportagem.

rosalba-folha

A reportagem completa pode ser acessada no link http://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/01/1848103-empossados-novos-prefeitos-nomeiam-parentes-para-secretarias.shtml

Federação dos Municípios escolhe nova diretoria nesta sexta

A Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte – FEMURN – publicou na edição de seu diário oficial da última sexta-feira, 06, o edital de convocação para eleição da nova diretoria e conselho fiscal.

De acordo com o edital, assinado pelo atual presidente da Federação, Ivan Lopes Júnior, a convocação para o pleito está marcada para a próxima sexta-feira, 13 de janeiro, às 08h, e é necessária a presença de metade mais um dos prefeitos filiados à Federação para sua realização.

Na publicação, o edital também destaca que o registro das candidaturas deverá ser realizado na sede da FEMURN, e qualquer associado adimplente poderá se lançar candidato à diretoria, inclusive ex-prefeitos, como previsto no estatuto da Federação.

A assembleia para eleição e posse da nova diretoria e conselho fiscal será presidida pelo atual Presidente, Ivan Júnior, que encerra seu mandato a frente da instituição.

A edição do Diário Oficial com a convocação pode ser visualizada através do link: www.diariomunicipal.com.br/femurn

Veja também