quinta-feira, 18 janeiro, 2018.
Política

Política

PROVOCAÇÕES

Foto: Carlos Costa

O recado da Previ
A posse do empresário Elviro Rebouças no Instituto Municipal de Previdência Social – PREVI/Mossoró, não foi apenas um gesto administrativo, mas também um recado para um vereador que contava com esta indicação. A mensagem de Carlos Augusto Rosado foi direta, mostrando que embora tenha se comprometido, no final quem indica no governo é ele. O vereador que virou as costas para quem lhe elegeu pagou para ver, viu, não gostou e terá de ficar quieto.

Repercussão no carnaval.
Dois fatos repercutiram no carnaval deste ano: as vaias a Michel Temer e as placas de Rosalba na RN-013. Inventaram que tinha sido uma ação do “povo de Tibau”, mas o trabalho foi tão mal feito que até as letras são idênticas as usadas pela assessoria de imprensa da Prefeita. Ela está de olho no Senado, mas ninguém sabe se ela avisou por Natal dessa pretensão. Tem deputado incomodado com o salto alto da Rosa.

Rosalba já quebrou a palavra, de novo.
Outro assunto muito falado foi as novas nomeações de cargos comissionados. Quanto a isso, nenhum problema, afinal os cargos existem e a prefeita tem direito de indicar quem quiser. O problema é que ela não apenas prometeu que só nomearia 50% dos cargos, como baixou um decreto assegurando isso, mas descumpriu. Com os últimos 51 nomeados, já são 349 nomeações, mais que a metade dos cargos existentes, e vai ter mais.

Izabel mão de ferro
A vereadora Izabel Montenegro, presidente da Câmara, quer fazer história. Promete construir a sede nova do Legislativo, mas enquanto não consegue os recursos já decidiu que vai mudar os vereadores de lugar. Não aceitou a imposição do locatário que queria aumentar em 30% o aluguel do prédio e já analisa outros lugares para realizar as sessões. O povo apoia a atitude, principalmente se for num lugar onde se possa estacionar os carros. Atualmente ela trabalha com duas possibilidades: o prédio do antigo Hotel São Luiz e a SAMEC que foi usada recentemente como comitê de Tião Couto.

As grávidas vão ficar
A Justiça está mandando a prefeita Rosalba Ciarlini recontratar as grávidas que demitiu ao assumir a Prefeitura. Embora fossem cargos comissionados, elas estão amparadas por lei e por isso ou retornam ao posto ou têm o direito de serem indenizadas. A médica é linha dura, mas dessa vez sua insensibilidade terá um preço.

Memorial sem segurança
O arrombamento da lojinha do Memorial da Resistência é mais um indício de que Mossoró está entregue às baratas quando o tema é Segurança. Antes, as Bases Integradas Cidadãs davam um suporte, agora sem elas o caos é total. Enquanto a prefeita Rosalba lava as mãos e o governador Robinson Faria visita a China, o mossoroense fica ao Deus dará enclausurado dentro da própria casa.

Carnaval de Caicó foi sucesso, apesar do Xerife
Caicó consolida, a cada ano, o título de maior e melhor carnaval do Rio Grande do Norte, mantendo a tradição dos blocos de rua, do frevo e dos bonecos gigantes. É uma festa pacata e segura, mas neste ano o blogueiro Robson Pires, que se auto intitula Xerife, resolveu queimar o filme da cidade e atirar contra a casa de uma idosa – isso mesmo, uma idosa. A briga é de família, mas todo mundo correu perigo.

Após aprovação do piso dos professores, categoria espera votação de eleição direta para diretor

A Câmara Municipal de Mossoró aprovou, em sessão extraordinária realizada nesta semana, a Lei Complementar N. 128, que reajusta o piso dos professores da rede municipal de ensino.

Com a decisão, o piso do magistério foi reajustado em 7,64%, conforme percentual determinado pelo Ministério da Educação (MEC), e a partir de agora corresponde a R$ 3.194,09.

Outro projeto de interesse da categoria, no entanto, continua aguardando entrar em votação.  É o que regulamenta a eleição para diretor das escolas municipais, acabando com a prática de apadrinhamento político para indicação dos diretores das unidades da rede municipal de ensino.

O projeto foi enviado para a Câmara em 2016, pelo então prefeito Francisco José Júnior. Havia uma expectativa de que fosse votado no início do ano, antes da nomeação dos diretores, que só ocorreu nesta última semana.

Outra expectativa frustrada foi a convocação extraordinária da Câmara para a votação do reajuste do piso, na última terça-feira, quando o projeto poderia também ter entrado em pauta.

Falta de prioridade do Executivo, que segue fazendo nomeações de apadrinhados, sem prestar contas à sociedade sobre a capacidade dos nomeados para exercer a função, já que até agora não publicou nenhum currículo dos mais de 300 cargos comissionados existentes hoje na Prefeitura de Mossoró, como determina a lei municipal aprovada em 2016.


 

Senado aprova Alexandre de Moraes para o STF

Por 55 votos a favor e 13 contra, o Senado aprovou Alexandre de Moraes para ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Com a aprovação, Moraes assumirá a cadeira deixada por Teori Zavascki, que morreu no mês passado em acidente aéreo.

Alexandre de Moraes é formado em direito pela Universidade de São Paulo (USP) e iniciou a carreira como promotor de Justiça do Ministério Público de São Paulo, em 1991, cargo que exerceu até 2002, quando foi nomeado secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania do estado de São Paulo.

Até ser indicado pelo presidente Michel Temer para o Supremo, Moraes era o ministro da Justiça e enfrentava uma crise na segurança pública do país, com rebeliões e massacres em diversos presídios e paralisações de policiais.

Elviro Rebouças assume presidência da PREVI Mossoró

Foto: Assessoria de Imprensa/PMM

O economista Elvira do Carmo Rebouças é o novo presidente do Instituto Municipal de Previdência Social dos Servidores de Mossoró (PREVI/Mossoró). Ele tomou posse na manhã desta quarta-feira, 22.

O Instituto estava sem comando desde o início da gestão Rosalba Ciarlini. Interinamente, o secretário da Administração e Recursos Humanos, Sebastião Ronaldo Martins Cruz, era quem respondia pela Previ.

Elviro Rebouças foi vereador de Mossoró, é viúvo da ex-vereadora Niná Rebouças. Possui grande experiência no setor, tendo muito a contribuir com a Prefeitura, caso consiga desempenhar suas funções sem interferência externa.

 

Dama de Espadas: Rita das Mercês poderá voltar a ocupar cargo público

O juiz Ivanaldo Bezerra Ferreira dos Santos, da 8ª vara criminal de Natal, revogou as medidas cautelares contra os investigados na operação Dama de Espadas, que apurou desvios de recursos na Assembleia Legislativa.

Com a decisão, a ex-procuradora da AL Rita das Mercês pode voltar a frequentar a Assembleia, não precisa mais de autorização judicial para se ausentar de Natal e poderá  ocupar cargo público.

O processo relativo a esse caso, segundo o site do TJ, corre em segredo de justiça.

A decisão, o juiz argumentou que a assessora direta de Rita das Mercês, Ana Paula Macedo Moura, cumpre as medidas cautelares “há aproximadamente um ano e cinco meses, sem que tenha sido sequer ofertada a denúncia, o que torna a medida desnecessária, injusta e inadequada, pois acarreta ônus excessivo ao seu direito fundamental de liberdade, que não contribuindo para o retardamento das investigações, passa a suportar limitação desproporcional”.

O magistrado estendeu a decisão para Rita das Mercês Reinaldo, Marlúcia Maciel Ramos de Oliveira, Rodrigo Marinho Nogueira Fernandes, Oswaldo Ananias Pereira Junior, todos investigados na operação Dama de Espadas.

Veja também