Políticos tradicionais costuram acordo sem comunicar ao cidadão

As tradicionais famílias políticas do Rio Grande do Norte começam a costurar seus acordos visando aumentar o número de cadeiras públicas. Até agora, o que tem faltado é ajustar os seus interesses com os do cidadãos. Fizemos um rápido raio-x de como está se desenhando a conjuntura política neste momento.
Os Rosados de Mossoró, que já possuem uma prefeita (Rosalba), uma deputada estadual (Larissa) e um deputado federal (Betinho), querem passar a ter um vice-governador, outro deputado estadual (Kadu Ciarlini) e mais um federal (Sandra), somando 6 mandatos.
 
Os Alves, que já possuem um senador (Garibaldi Alves), um deputado federal (Walter Alves), um deputado estadual(Zé Dias), o prefeito da capital (Carlos Eduardo Alves) e um vereador da capital (Felipe Alves), querem continuar com o senador, ter um segundo deputado federal (Felipe ou Henrique), eleger um segundo deputado estadual (Andreia Alves) e fazer o governador do Estado (Carlos Eduardo Alves).
 
Os Maias, que já possuem um senador (José Agripino) e dois deputados federais (Felipe e Zenaide), querem migrar uma deputada federal para o Senado (Zenaide) e eleger o irmão dela (João Maia) em seu lugar, e aumentar para quatro mandatos.
 
Os Faria, que já possuem o Governador (Robinson), um deputado federal (Fábio), querem reeleger o governador, eleger uma deputada estadual (Juliane) e manter o federal.
 
Vai caber ao cidadão decidir se quer continuar com a mesmice ou partir para algo novo. Façam suas apostas.
1-226-750x502

Deixe uma resposta