Vereadores de Mossoró denunciam aumento de crimes contra o patrimônio público e pedem retorno das BICs

A violência em Mossoró e os crimes contra o patrimônio público foram tema de discussão na Câmara Municipal de Mossoró. O vereador João Gentil (PV) falou sobre o aumento dos crimes ao patrimônio público na cidade em relação aos registrados em 2016. Segundo ele, houve um aumento significante nos boletins de ocorrência registrados.

O vereador falou também sobre o crescimento nos assaltos aos comércios e residências em Mossoró. “Tive a oportunidade de me reunir com o comando da Polícia Militar e o que me chamou atenção foi o aumento no índice de crimes violentos ao patrimônio. Sobre invasão a comércios e residências, no primeiro trimestre deste ano, o aumento foi de 58,4%.”, disse.

O vereador pediu a volta das diárias operacionais que eram pagas pela Prefeitura Municipal aos policiais militares. “Em 2016 nós tínhamos o pagamento das diárias operacionais no valor de 70 reais. Os PMs têm sido grandes heróis, vão para a rua sem efetivo e sem estrutura para combater o crime, precisamos nos unir a eles e valorizá-los.”, completou.

BIC

O vereador Raerio Emídio (PRB) aproveitou o tema para solicitar a volta das Bases Integradas Cidadãs (BICs) nos bairros de Mossoró. “Eu perguntei para as pessoas se a BIC funcionava e disseram que funcionava muito bem. Andei na Boa Vista e em outros bairros para perguntar à população. E também acho que as diárias operacionais têm que voltar. A segurança é responsabilidade da União, Estado e Município. A Prefeitura tem que fazer sua parte nisso.”, declarou.

Deixe uma resposta