terça-feira, 14 agosto, 2018.

Arquivos diários: 23 de abril de 2018

Rosalba massacra a saúde para priorizar reforma de praças

A gestão Rosalba Ciarlini (PP) tem sido marcada por graves crises em diversas áreas, mas a principal e que atinge diretamente a população é a saúde. São várias as denúncias enviadas para este blog sobre falta de medicamentos, insumos e de profissionais em postos de saúdes e nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS).

Em outros casos são os atrasos dos alugueis de prédios que servem como postos de saúde que prejudicam o atendimento. Neste domingo, 22, a proprietária de um imóvel no bairro Bom Jesus, alugado para a Secretaria de Saúde, teve que fechar as portas com cadeado para pressionar a Prefeitura a pagar os 8 meses de aluguel atrasado.

Se não bastasse a falta de medicamentos e os prédios alguéis atrasados, a população e os servidores sofrem também com a onda de violência. O Sindicato dos Servidores da Saúde do Rio Grande do Norte – Regional de Mossoró, junto do Sindicato Intermunicipal dos Agentes de Saúde e Endemias do Oeste Potiguar, chegou a emitir uma nota denunciando a insegurança generalizada nas Unidades Básicas de Saúde e prédios públicos municipais.

Na contramão do que é prioridade para a população, no caso a saúde e a segurança, a “Rosa” do Povo”, que é médica, está em uma maratona de assinaturas de obras para reformar praças e espaços de lazer. Todos os dias a prefeita aparece em algum ponto da cidade para anunciar uma nova reforma.

Enquanto a saúde é massacrada com falta de investimentos, a prefeita prioriza algo que ela soube fazer, sabe fazer e vai fazer muito mais desde a sua primeira gestão no comando desta província chamada Mossoró: PRAÇAS.

Do blog do Ismael Sousa

UERN é primeiro lugar em aprovação na OAB em Natal

Mais de 72% dos alunos que prestaram o Exame de Ordem da OAB em Natal foram aprovados. Este índice é o maior entre as Instituições de Ensino Superior da capital do Estado.

No Rio Grande do Norte, a UERN ficou atrás somente da Ufersa, ficando a frente, inclusive, da UFRN, maior universidade pública do RN.

Para a coordenação do Curso, o empenho de professores, alunos e técnicos são os principais fatores para esse resultado.

“O fator humano, ou seja, docentes, discentes e técnicos, sempre será o fator de maior importância no processo educacional. Achamos um salutar dado, pois fazemos parte de uma instituição que sofre muitas restrições orçamentárias, mas com esforço dos que a fazem, conseguimos obter ótimos resultados”, afirmou Patrícia Moreira, coordenadora do curso de direito da UERN em Natal.

Além do curso de direito da UERN do Campus de Natal, o curso do Campus Central, em Mossoró também se destacou em aprovação no RN, tendo o quarto maior percentual de aprovação no exame.

Mossoró perde mais de 1,5 empregos formais

Mossoró perdeu 1.505 empregos formais no primeiro trimestre deste ano. Os dados foram divulgados na sexta-feira, 20, pelo Cadastro Geral de Empregos e Desempregados (CAGED). Somente no mês de março, a cidade contabilizou saldo negativo de -340 postos de trabalho.

Segundo o Caged, entre janeiro e março, foram admitidas em Mossoró 4.666 pessoas.

No entanto, 6.171 foram dispensadas de seus empregos. O setor da atividade econômica que mais demitiu no período foi a Agropecuária (-1.750), seguido do Comércio (-108) e Indústria (-11).

Registraram saldo positivo, no período, os setores de Serviços (218) e da Construção Civil (146).

Do Blog Maricélio Almeida

Veja também

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com