domingo, 18 agosto, 2019.
Estado

Estado

‘Estamos à beira de um colapso no abastecimento de gás de cozinha no RN’, diz Singás

O Rio Grande do Norte pode sofrer um colapso no abastecimento de gás de cozinha, de acordo com o presidente do sindicato das empresas revendedoras do setor, Francisco Correia. Segundo ele, atualmente todos os 167 municípios potiguares convivem com a falta do gás. “Estamos à beira de um colapso”, reforça.

Correia afirma que a quantidade que atualmente chega ao estado potiguar só consegue abastecer à metade da demanda. “Para se ter uma ideia, antes nós mandávamos mil botijões para a cidade de Canguaretama por semana. Agora nós mandamos 100”, revela o presidente do Singás.

Francisco Correia diz que a Petrobras produz hoje na Refinaria Clara Camarão, em Guamaré, 50% do gás de cozinha demandado pelo Rio Grande do Norte. Os outros 50% são divididos entre o Ceará e Pernambuco. “Mas os navios que levam o gás a Fortaleza estão atrasando, e eles pararam de nos mandar. Em Pernambuco, o Ministério Público entrou com uma ação com relação ao desabastecimento deles, e o estado pernambucano também não está mais enviando o gás para o RN”, explica.

Através de nota, a Petrobras alegou que as vendas de gás de cozinha estão acima do volume contratado com as distribuidoras para o mês de junho. “Além disso, frisamos que os estoques da Petrobras desse produto no país se encontram em níveis confortáveis”, diz a nota.

A empresa afirmou também que a sua produção do gás no estado é “historicamente inferior” às vendas das distribuidoras no RN, conforme consumo aparente publicado pela Agência Nacional de Petróleo. Assim, a Petrobras confirmou que, regularmente, parte do gás de cozinha vendido para a população potiguar é oriundo de instalações da Petrobras fora do Rio Grande do Norte.

Os proprietários de distribuidoras afirmam que farão uma movimentação nesta terça-feira (19), para procurar apoio do Ministério Público Federal (MPF) e também do Governo do Estado. A ideia é tentar fazer com que a Petrobras amplie a produção em terras potiguares. Segundo o Singás, a produção começou a diminuir nos últimos quatro anos, até atingir os atuais 50%.

Por G1 RN – Foto: Heloisa Guimarães/Inter TV Cabugi

16 municípios do RN têm mais eleitores que habitantes

urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Um total de 16 municípios potiguares têm mais eleitores cadastrados pela Justiça Eleitoral que habitantes. Isso é o que aponta um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) sobre o eleitorado brasileiro 2018. No Nordeste, o estado é o detentor do maior número de cidades nesta situação. Em segundo lugar, vem a Paraíba, com 12.

O caso chama maior a atenção é o da cidade de Severiano Melo, que tem uma diferença de 2.999 pessoas, entre o número de eleitores disponibilizado pelo sistema do Tribunal Superior Eleitoral no início deste mês e a estimativa do IBGE para a população do município em 2017. São 6.149 eleitores contra 3.150 habitantes.

Essa é a terceira maior disparidade encontrada nos municípios brasileiros. Acima de Severiano Melo estão Canaã dos Carajás, no Pará, que tem 3.857 eleitores a mais que habitantes; e Cumaru, em Pernambuco, com diferença de 3.396.

Municípios do RN com mais eleitores que habitantes

Municípios Eleitorado (TSE) Habitantes (IBGE) Diferença
Lagoa Salgada 8.507 8.269 238
Felipe Guerra 6.228 6.052 176
Olho D’Água do Borges 4.522 4.349 173
Tibau 4.698 4.100 598
Barcelona 4.376 4.064 312
Paraú 4.096 3.859 237
Ruy Barbosa 3.701 3.669 32
Pedra Grande 3.563 3.356 207
Triunfo Potiguar 3.594 3.327 267
Rafael Godeiro 3.663 3.234 429
Severiano Melo 6.149 3.150 2.999
São Bento Do Norte 3.097 2.846 251
Lagoa de Velhos 3.163 2.771 392
Pedra Preta 2.643 2.532 111
Bodó 2.929 2.307 622
Monte das Gameleiras 2.372 2.178 194

No Brasil inteiro, 231 municípios têm mais eleitores que habitantes. O estado na primeira colocação é Minas Gerais, com 75 municípios, que é seguido por São Paulo e Santa Catarina com 29 e 20, respectivamente. O Rio Grande do Norte vem logo após Goiás, que têm 19 municípios eleitorado maior que a quantidade de moradores.

“Se por um lado isso pode ser explicado pela mobilidade das pessoas que mudam o domicílio eleitoral para suas cidades de origem ou para cidades litorâneas, podemos também alertar para uma reclamação constante dos gestores municipais – a de que as suas respectivas populações estão subestimadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística”, diz o presidente da CNM, Glademir Aroldi.

Das 10 cidades com maior número de eleitores no Nordeste, nove são capitais. Entre elas, está Natal, a sexta na lista, com 554.537 pessoas aptas ao exercício do voto. Entre os menores eleitorados da região, dois municípios são potiguares. O primeiro é Viçosa, com 1.678 eleitores, seguido por Ipueira, com 1.752. Eles são o 3º e o 5º lugar na lista dos 10 menores eleitorados nordestinos.

De acordo com a Secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), os números definitivos dos eleitores nos municípios potiguares, bem como nos demais estados, para as eleições de outubro, ainda serão divulgados oficialmente. Isso porque o TSE tem até o dia 11 de julho para concluir a auditoria do cadastro biométrico dos eleitores. Essa auditoria é que que vai consolidar os dados das inscrições e transferências de domicílios eleitorais, encerradas em 9 de maio.

Brasil

O estudo da Confederação Nacional de Municípios (CNM) Eleitorado de 2018 contabilizou 146,1 milhões de pessoas aptas a votar nas 5.568 cidades brasileiras. Com isso, houve um crescimento de 1,4% no número de eleitores em relação a 2016, ano em que ocorreu as últimas eleições municipais. Comparado com a estimativa populacional mais recente do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que indica 207,7 milhões de habitantes em 2017, os eleitores representam 70,37% da população brasileira.

Do G1 RN

urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Justiça determina sequestro de R$ 1,5 milhão de investigados por fraude em licitações em Parnamirim

A Justiça determinou o sequestro de mais de R$ 1,5 milhão em bens móveis e imóveis de pessoas e empresas suspeitas de envolvimento com fraudes em contratos de iluminação pública em Parnamirim. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Estado que deflagrou na segunda-feira (11), a operação Curto Circuito. O valor deve ser usado para ressarcimento dos danos ao erário público.

Como quarta fase da operação Cidade Luz, que apura os mesmos tipos de crime em Natal, a Curto Circuito apura possível formação de cartel, fraude em licitações, corrupção ativa e passiva, peculato, organização criminosa e lavagem de dinheiro em Parnamirim. Seis pessoas foram presas temporariamente e 20 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no município e em Recife, onde fica a sede da empresa investigada.

Além das prisões, a Justiça potiguar determinou o sequestro de bens de quatro das pessoas presas, de duas empresas e ainda da mulher de um dos presos, que é funcionária da Prefeitura de Parnamirim.

Para conseguir o valor sequestrado, a Justiça determinou o bloqueio de valores existentes em instituições financeiras do país titularizados pelos suspeitos; o cadastramento da ordem de sequestro na Central Nacional de Indisponibilidade de Bens (CENIB) para constrição dos imóveis registrados em nome deles; o cadastramento de ordem de sequestro com o registro da constrição judicial dos veículos registrados em nome deles; e ainda a expedição de ofício à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e à Controladoria-Geral do Município de Parnamirim determinando a retenção de medições ainda não pagas em favor da empresa.

Por G1 RN – Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Em solenidade Câmara homenageia protetores de animais e veterinários

Reconhecer o trabalho de homens e mulheres que abraçam a causa do bem-estar dos animais foi o objetivo da sessão solene, realizada na noite desta quarta-feira (13), através de uma proposição do vereador Sandro Pimentel (PSOL), ocasião em que os médicos veterinários Tarcísio Alves Barreto Filho e Nelsinete Almeida Barbosa Nogueira receberam títulos de cidadania natalense.   A vereadora Eudiane Macedo (PTC) participou da cerimônia e Sandro Pimentel também foi homenageado.

“É uma causa que a gente fala mais com o coração do que com a razão. Se cuidar da vida humana é muito difícil, cuidar de animais é muito mais. E por isso a importância de reconhecer o trabalho de todos aqueles que têm essa dedicação. É um orgulho ser autor desses títulos de cidadania por tudo que estes dois profissionais têm feito e que ainda farão por esta causa. Que continuem nos ajudando para aprovarmos mais inciativas nesta Casa em favor dos animais”, destacou o propositor da solenidade, relembrando a dificuldade de atendimento veterinário público.

Por sua dedicação e identificação com a causa animal, a veterinária Nelsinete Barbosa foi condecorada com título de cidadania. A nova natalense começou seu contato com animais levando filhotes de gatos de rua para casa. Depois, no grupo de veterinários solidários, viajava para cidades onde não havia a medicina veterinária, para oferecer atendimento gratuito aos animais dessas cidades. “Me sinto extremamente agradecida. Depois que comecei a trabalhar com a causa animal me transformei em outra pessoa. Cuidar de um animal de rua, também é cuidar das pessoas e por isso estou sempre a disposição”, agradeceu a veterinária, que continua atuando como defensora da causa animal em Natal.

Outro título de cidadania foi concedido ao médico veterinário carioca Tarcísio Barreto Filho. Pós-graduado pela UFRN, Instituto Bioethicus/SP e Associação Nacional de Clínicos do Estado do Rio Grande do Norte (Anclivepa/SP), ele é responsável pelo setor de Ortopedia e Traumatologia da Policlínica Animal, onde atua como Cirurgião Geral. “Me sinto responsável por uma causa tão sensível. Horas que se dizem perdidas, para mim foram ganhas na recuperação de animais. Receber essa homenagem por ter chegado na cidade e prestar esse serviço é de grande honra para mim. Agradeço a todos os que direta ou indiretamente ajudaram nessa minha formação”, destacou o homenageado que é pioneiro em neurocirurgia animal no Rio Grande do Norte.

Na solenidade, os dois médicos veterinários e outros 11 protetores de animais foram homenageados com diplomas do Mérito Legislativo pelos serviços prestados à sociedade. Foram eles: Amora Brian, Islândia Kalina Santos Fonseca, Grace Kely Viana Fernandes, Kalinara Melo Silva, Michele Tainara Terezinha da Silva Almeida, Lígia Karina, Carla Brandão Cavalcanti, Orione Fonseca, Rosania Bezerra da Cruz,   Maria de Fátima Frota dos Santos, Ana Patrícia Alecrim de Morais.

Texto: Cláudio Oliveira – Fotos: Verônica Macedo

Câmara institui a semana de prevenção do câncer de boca e garganta

Natal terá no mês de novembro a Semana Municipal de Prevenção de Câncer de Boca e Garganta. A Câmara Municipal aprovou, nesta quarta-feira (13), o Projeto de Lei 157/2017, de autoria da vereadora Carla Dickson (PROS) e subscrito pelos vereadores Bispo Francisco de Assis (PRB) e Professora Eleika Bezerra (PSL), que visa estabelecer campanhas educativas e de prevenção sobre o câncer de boca e garganta.

“Essa é uma lei de caráter preventivo, eu, como médica, acredito que a prevenção e a educação são a base de tudo, portanto no mês de novembro, que é um mês recheado de prevenção, em relação ao câncer de próstata, nós também possamos conversar sobre o câncer de boca e garganta”, afirmou Carla Dickson.

De acordo com a vereadora em 2025 o número de casos de câncer de boca e garganta pode ultrapassar os casos de câncer de colo uterino. “São dados alarmantes da otorrinolaringologia provocados pelo sexo oral não protegido e pelo vírus HPV, por isso precisamos discutir e trazer à tona a importância da vacinação contra o HPV, assim como levantar as causas do câncer de garganta e boca”, explicou Carla.

Também foi aprovado em sessão o Projeto 56/2018 do vereador Dinarte Torres (PMB), subscrito pelos vereadores Ary Gomes (PDT) e Júlia Arruda (PDT). O Projeto autoriza o poder Executivo a criar o “Memorial da Resistência Feminista Wilma de Faria”. De acordo com a matéria, o memorial tem o objetivo de reunir, gerenciar, divulgar e preservar fatos da trajetória feminista local, nacional e internacional. “A ex-governadora Wilma é uma grande personalidade da política do Rio Grande do Norte e merece todas as homenagens”, afirmou Dinarte Torres.

O vereador Cícero Martins (PSL) usou a tribuna para tratar sobre o processo de impeachment do Prefeito Álvaro Dias que será impetrado. Segundo o parlamentar, autor do processo, o Chefe do Executivo Municipal usou a máquina pública para coagir vereadores em votações na Câmara Municipal. “A câmara é uma Casa independente. O Executivo não pode interferir no Legislativo e nós tivemos uma interferência direta quando Prefeito chamou alguns vereadores para conversar exigindo que a bancada votasse sempre a favor dele. Nós iremos levar a plenário, se vai ser aprovado eu não sei, mas eu vou levar adiante”, disse Cícero.

Texto: Karol Fernandes – Fotos; Marcelo Barroso

Veja também

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com