Denúncia ao MP e mandado de segurança marcam MCJ 2018

O pregão nº 08/2018 que trata de contratação de empresas para prestação de serviços ao Mossoró Cidade Junina (MCJ) 2018, suspenso dia 11 passado (veja AQUI), terá desdobramentos noutra seara: a judicial.

Sem informações oficiais e mesmo superficiais do processo, concorrentes encaminham denúncia de irregularidades ao Ministério Público do RN (MPRN), como este Blog antecipou no último dia 29.

Paralelamente, já se operacionaliza também mandado de segurança contra a Prefeitura Municipal de Mossoró, que a poucos dias do início do evento, não tem praticamente nada montado.

Segundo o pregão, empresas ‘vencedoras’ (três) devem oferecer montagem, manutenção e desmontagem de estruturas, sonorização e iluminação e decoração ao MCJ 2018.

Noticiamos isso em primeira mão à noite passada no programa “Cenário Político” da TV Cabo Mossoró (TCM).

Nota do Blog – Tivemos acesso a alguns documentos (inclusive fotos, áudios etc.) relativos a esse caso. Material por enquanto confidencial.

Estamos aguardando mais dados. Nauseante, nauseante.

Do blog do Carlos Santos

Deixe uma resposta