Empresário investigado em suposto estupro ainda não se apresentou para depor na Delegacia da Mulher

O empresário Zenilson da Silva Menezes de 36 anos, investigado em inquérito policial por suposto estupro contra uma menor de 16 anos, fato ocorrido no dia 19 de maio passado, ainda não compareceu na Delegacia da Mulher para prestar depoimento sobre seu envolvimento caso.

A delegada Christiane Magalhães que investiga o estupro esperava que o advogado do investigado o apresentasse ontem (11), mas a apresentação não aconteceu.

O empresário teve sua prisão preventiva decretada pelo Juiz da 3ª Vara Criminal de Mosasoró, Dr. Cláudio Mendes Júnior, mas a preventiva foi derrubada através de liminar, pelo Tribunal de Justiça do Estado.

A menor vítima do estupro procurou a imprensa, acompanhada de sua mãe para contar sua versão, onde acusou o empresário  Zenilson Menezes de violentá-la

O inquérito policial com provas através de documentos, laudos periciais, exames, imagens de câmeras está tramitando em segredo de justiça.

As partes envolvidas no caso estão sendo interrogadas pela Dra. Christiane Magalhães com exceção do principal suspeito que ainda não se apresentou a autoridade policial.

Do blog Fim da Linha

Deixe uma resposta