Laíre Rosado está preso por envolvimento na Máfia dos Sanguessugas

O ex-deputado Laíre Rosado, marido da vereadora Sandra Rosado, pai da deputada
estadual Larissa Rosado e do ex-vereador e atual secretário de Rosalba,
Lairinho Rosado, foi preso no início da tarde de hoje, em Mossoró, pela
Polícia Federal, enquanto trabalhava em uma unidade de saúde. Laíre foi
condenado a 9 anos e 6 meses de prisão na Operação Sanguessugas, que tramita
na Justiça Federal e foi deflagrada em 2005.

Segundo as investigações, Laíre Rosado era peça de um esquema fraudulento envolvendo parlamentares federais e prefeitos de diversos municípios. O ex-deputado era responsável por destinar emendas para ações nos municípios e, após o pagamento dos valores, ficava com 10% do total. De acordo com as investigações, isso ocorreu em pelo menos 37 pagamentos, feitos diretamente na conta bancária de Laíre ou de pessoas indicadas por ele, com valores entre R$ 5 mil e R$ 155 mil.

Como provas, o Ministério Público apontou comprovantes bancários, planilhas de contabilidade e também depoimentos de partes envolvidas. O MPF apontou que duas contas de pessoas ligadas ao ex-deputado, além de pagamentos efetuados diretamente em contas de Laíre Rosado.

Laíre Rosado foi condenado em julh de 2014 em primeira instância e, em 2016, chegou à segunda instância, onde foi julgado no fim do ano passado. Apesar de ainda haver possibilidade de recurso em instâncias superiores, o ex-deputado foi preso porque já há condenação de uma corte.

A informação da prisão foi confirmada pela assessoria da PF no Rio Grande do Norte, que somente cumpriu o mandado de prisão e está custodiando, no momento, o ex-parlamentar na sede do órgão em Mossoró.

NO MOMENTO
Laíre deixou há pouco a sede da Polícia Federal de Mossoró, onde se deslocou ao ITEP para fazer exames.

18334-1

Deixe uma resposta