Moradores do Assentamento Jurema denunciam dificuldades no atendimento em posto de saúde

Do blog do Ismael Sousa

O atendimento à saúde básica no Assentamento Jurema, na zona rural de Mossoró, tem sido alvos de reclamações da população pois, para conseguir atendimento, é preciso passar a madrugada em uma fila de espera e ser atendido em um prédio inadequado. A insatisfação de muitos usuários da rede pública de saúde parte, entre outras situações, a falta de profissionais para atender a demanda.

O posto de saúde funciona em um prédio emprestado pela associação dos moradores, de forma improvisada e que também é usada para outros fins, como reuniões de moradores de sítios próximos. A comunidade, localizada as margens da rodovia RN 013 que leva à cidade-praia de Tibau, cobra do poder público a instalação de um prédio próprio, pois existe um projeto pronto na Prefeitura de Mossoró, mas a obra nunca foi realizada.

Ainda segundo os assentados, o atendimento é feito apenas uma vez durante a semana e quando os profissionais aparecem. Por muitas vezes, para se conseguir uma ficha de atendimento, eles precisam passar a madrugada em uma fila para serem atendidos na semana seguinte. Por falta de salas, alguns dos atendimentos são feitos no pátio do prédio na frente de todos.

“Há muito tempo lutamos por um posto de saúde pois até temos uma população grande, mas ninguém olha para cá. Estamos reivindicando os nossos direitos, pois pagamos nossos impostos. A gente merece coisa bem melhor com um posto de saúde com estrutura para receber os pacientes”, relatou a moradora Micaele Oliveira que entrou em contato com o BLOG para denunciar o problema.

Deixe uma resposta