quarta-feira, 23 Maio, 2018.
Política

Política

Prefeitura informa doação de terreno para sede da Câmara Municipal

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), informou que a Prefeitura Municipal irá doar o terreno para a construção da sede própria da Câmara Municipal de Mossoró. O anúncio foi realizado durante discurso da solenidade em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, no plenário da Câmara, na manhã desta quinta-feira, 23. O terreno deve ficar no bairro Nova Betânia, região nobre da cidade.

De acordo com a presidente da Câmara, Izabel Montenegro (PMDB), a doação do terreno, localizado em frente a sede da Polícia Federal, no bairro Nova Betânia, será essencial para a construção da sede própria da Casa. “Em nome dos 21 vereadores quero fazer um agradecimento. Finalmente vamos ter uma sede própria.”, declarou.

Rosalba Ciarlini informou, ainda, que a Secretaria Municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos irá providenciar o projeto. “Vamos fornecer o projeto, o terreno e vamos nos associar para conseguir os meios para realizar a construção dessa sede.”, disse Rosalba.

Mulheres no Parlamento em Mossoró superam média nacional

Se elas ocupam 13,51% das vagas nas Câmaras Municipais do Brasil, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), essa proporção é de 23,8% em Mossoró. Os números foram apresentados pela vereadora Sandra Rosado (PSB), na sessão solene em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira, na Câmara Municipal de Mossoró.

Discursando na solenidade em nome do Poder Legislativo Municipal, a parlamentar destacou que a presença feminina em Mossoró é ainda mais significativa, se comparada com o Congresso Nacional. Enquanto 23,8% das vagas na Câmara Municipal são de mulheres, esse percentual é de 10,7% na Câmara dos Deputados e 14,8% no Senado.

“Nas eleições de 2016, a proporção de vereadoras no Brasil aumentou em relação a 2012 ínfimos 0,18% (13,33% para 13,51%). Mas, em Mossoró, esse crescimento foi de 150%. Éramos duas, e hoje somos cinco”, enalteceu, referindo-se e parabenizando as colegas Izabel Montenegro (PMDB), Aline Couto (PHS), Isolda Dantas (PT) e Maria das Malhas (PSD).

Protagonismo
Como outro exemplo da força feminina na política, Sandra destacou Rosalba Ciarlini na Prefeitura, Nayara Gadelha na Vice-Prefeitura e Izabel Montenegro na Presidência da Câmara. E ressaltou o histórico de pioneirismo em Mossoró, personificado em Celina Guimarães Viana (primeira brasileira a fazer o alistamento eleitoral, em 1927) e Heloisa Leão de Moura – a primeira mulher eleita vereadora em Mossoró, em 1962.

Por outro lado, no ano em que se comemora 85 anos da conquista do direito do voto feminino, Sandra Rosado frisou que o desempenho de Mossoró não é motivo de acomodação, mas de estímulo à atuação da mulher politicamente. “Merecemos e podemos fazer muito mais na política. Pois quem perde com a baixa participação feminina não são somente as mulheres. Perdem os homens, perde a política, perde a nação”, assinalou.

Homenagem
A sessão solene em homenagem à mulher outorgou medalhas, troféus e diplomas para 21 mulheres, em reconhecimento ao trabalho delas em diversos setores de Mossoró. A vereadora Sandra homenageou a médica Carol Diógenes, com a Medalha do Mérito da Saúde, pela atuação na área de mastologia, sobretudo, no tratamento do câncer de mama.

Da Assessoria de Sandra Rosado

Beto Rosado foge de votação da terceirização

Dos oito deputados federais que compõem a bancada federal potiguar, três votaram favoráveis ao projeto da terceirização: Fábio Faria (PSD), Felipe Maia (DEM) e Rogério Marinho (PSDB); três foram contrários: Rafael Mota (PSB), Walter Alves (PMDB) e Zenaide Maia (PR); O deputado Antonio Jácome (PTN) preferiu se abster. Já o deputado Beto Rosado (PP) não estava presente.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 22, por 231 votos a favor, 188 contra e 8 abstenções o texto-base do projeto de lei que autoriza o trabalho terceirizado de forma irrestrita para qualquer atividade.

A terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa, seja atividade-meio ou atividade-fim. A empresa terceirizada será responsável por contratar, remunerar e dirigir os trabalhadores, já a empresa contratante deverá garantir segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores terceirizados.
O tempo de duração do trabalho temporário passa de até três meses para até 180 dias, consecutivos ou não. Após o término do contrato, o trabalhador temporário só poderá prestar novamente o mesmo tipo de serviço à empresa após esperar três meses.

Prefeito de Apodi quer Batalhão da PM no município

O prefeito de Apodi, Alan Silveira, solicitou ao comandante Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Cel. André Azevedo, mais investimentos na segurança pública do município.

O prefeito reivindicou a transformação da atual 2ª Companhia de PM, existente em Apodi, em um Batalhão da Polícia Militar. O objetivo é promover mais independência das ações, com recursos próprios e com mais investimentos diretos. Além disso, o prefeito quer incluir Apodi dentro do sistema integrado nas Unidades de Monitoramento que estão sendo elaboradas pelo Estado.

“Vamos usar nossa força para colocar Apodi dentro das ações que visam melhorar a segurança. Essa luta tem que ser minha e de todo o nosso povo. Estamos sendo alvo da bandidagem frequentemente e queremos nossa cidade tranquila de volta”, explicou Alan Silveira.

Ele esteve acompanhado do deputado Gustavo Fernandes.

Pedro e Raquel vencem a eleição de Reitor e Vice-reitora da UERN

Foto: Agecom/UERN

Os candidatos Pedro Fernandes e Fátima Raquel foram eleitos pela Comunidade Acadêmica – Professores, Estudantes e Técnicos – como Reitor e Vice-reitora da UERN para o mandato de 2017/2021.

A Comissão Eleitoral apurou 91% das urnas da eleição para Reitor(a) e Vice-Reitor(a) até as 0h20 desta quinta-feira (23). A apuração de 9% das urnas restantes será finalizada no período da tarde, às 14h, no Auditório da FAFIC. Não foram apuradas duas urnas de Caicó e duas de Assú – essas urnas não foram entregues oficialmente à Comissão Eleitoral.

Com 63,4% dos votos válidos, Pedro Fernandes foi reeleito Reitor da UERN, já Telma Gurgel obteve 36,6% dos votos. Na disputa para o cargo de Vice-Reitor(a), Fátima Raquel obteve 59,3% dos votos válidos, William Coelho ficou com 35,1% e Ivanaldo Gaudêncio com 5,2%.

Com o quadro irreversível, Pedro Fernandes falou sobre a vitória. “Tivemos a participação dos três segmentos. Agradecemos a todos os professores, técnicos administrativos e alunos que foram votar. Um reconhecimento à Comissão Eleitoral por encarar esse trabalho tão importante. A partir de agora, a Universidade deve se unir”, afirmou Pedro Fernandes.

A Vice-reitora eleita, Fátima Raquel, reforçou o agradecimento: “Faremos tudo o que for possível para honrar nosso compromisso. Vamos ter cada vez mais uma gestão democrática. Obrigada a todos vocês, podem ter certeza que esses quatro anos serão de muito trabalho”.

O percentual de 91% das urnas apuradas contabilizou 5.175 participantes – entre docentes, estudantes e técnicos administrativos, de um total de 11.236 aptos a votarem. Essa participação equivale a 45,95% do universo de eleitores da UERN, a abstenção foi de 54,05%.

O resultado final da eleição será oficializado pela Comissão Eleitoral na tarde desta quinta-feira (23), com a totalização da apuração.

Veja também

Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com