Projeto vira queda de braço entre aliadas Sandra e Rosalba

O projeto que determina que 70% dos trabalhadores da construção civil sejam residentes de Mossoró tem provado ser uma verdadeira quebra de braço entre duas aliadas.

De um lado, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP), que já vetou o projeto e orientou a bancada do governo a manter o veto.

Do outro, a vereadora e aliada Sandra Rosado (PSDB), que trabalha com afinco para derrubar o veto da prefeita e que já conseguiu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Municipal pela manutenção da proposta.

O veto está pautado para apreciação dos 21 vereadores nesta terça-feira (22).

Do blog do Saulo Vale

Deixe uma resposta